6 factores a considerares ao contratar uma agência Web ou um profissional para o teu projecto

Atualizado: 28 de set.

Estás à procura de uma agência/empresa de marketing para desenvolver o teu projecto online? Queres saber como escolher a empresa certa para o teu projecto?



Nós ajudamos-te. Com um conjunto tão grande de desenvolvedores disponíveis, pode ser confuso escolher as pessoas certas para no teu projeto. Há muitos factores a considerar ao contratar um designer web. O teu projecto precisa de um profissional front-end? O que é um profissional full-stack? Onde posso ir para contratar designers de web profissionais?

Neste post, obtém todas as tuas respostas para a contratação do talento certo para o desenvolvimento do teu produto ou marca sem gastares acima do orçamento estipulado.


Apresentamos-te um guia completo de como contratar um profissional web. Mas primeiro, precisas de contratar uma agência ou um profissional já? Vamos descobrir tudo.



Porque é que precisas de um profissional?

Primeiro, vamos entender o que é um web designer e o que é que eles fazem. Um web designer é um programador de software especializado no desenvolvimento de software da web, como aplicativos da web e sites. Qualquer coisa que rode na Internet ou na World Wide Web é construída por profissionais web. Eles convertem wireframes e designs criados por web designers em sites e aplicativos da web totalmente funcionais.


Mas hoje em dia, qualquer pessoa consegue construir um site através de certos aplicativos já existentes, não é? Então, porque é que eu hei-de contratar um profissional web e gastar dinheiro?


Conhecimento Técnico

O web designer profissional é tecnicamente proficiente em desenvolvimento da web. Embora o site que tu constróis seja muito básico, uma solução da web desenvolvida por um developer profissional será tecnicamente mais complexa e avançada. Eles podem adicionar qualquer funcionalidade avançada necessária.


Costumização

Com as plataformas de baixo código / sem código que tu podias usar, há pouco espaço para personalização. Se estás à procura de um aplicativo da web de construção personalizada, com design e recursos exclusivos, precisas de developers experientes.


Os melhores profissionais transformam as ideias dos seus clientes em realidade. Eles criam tipos específicos de sites, como sites de notícias, lojas online ou jogos, para atender às necessidades dos clientes. Diversos tipos de sites precisam de aplicativos diferentes.

Por exemplo, um site de jogos deve ser capaz de gerenciar gráficos progressivos, enquanto um site de e-commerce deseja um aplicativo de processamento de pagamentos. Ele escolhe quais são os designs, aplicativos e pug-ins que serão mais adequados para o teu website.


Por isso, ao contratares uma agência, precisas de encontrar a pessoa certa com experiência em tecnologia. Mas, ao mesmo tempo, deve de entender as tuas ideias e necessidades e aprimorá-las. Este guia vai ajudar-te a identificar as habilidades certas a serem observadas ao contratar um profissional.





Responsabilidades de um developer web


Existem muitas tarefas e responsabilidades das quais um profissional de marketing online tem que exercer diariamente. Aqui estão algumas das principais tarefas pelas quais tu poderás pagar ao developer:


  • Conhecimento das linguagens da web - HTML, CSS e JavaScript que ajuda na criação do layout e design do site.

  • Conhecimento de linguagens de back-end como PHP, Python, Ruby para codificar a lógica por trás de cada funcionalidade.

  • Criação e implementação de diferentes testes para garantir aplicativos da web livres de bugs.

  • Colabore de perto com os designers gráficos e da web para traduzir os seus designs no site.

  • Manutenção regular do site e solução de quaisquer erros que possam ocorrer.

  • Monitorização do tráfego do usuário, a velocidade da página e outras métricas de desempenho para melhorar o alcance do usuário.

  • Reunir-se com a gerência ou clientes para discutir o design e os requisitos de um site.

  • Trabalhar com o restante dos membros da equipe para definir e planear o projecto geral.

  • Ter conhecimentos comerciais para criar CTA e outras técnicas de vendas e de acção rápida.

  • Ter um bom copyright de forma a criar no teu website conteúdo relevante conforme o sector da tua empresa.

  • Ter conhecimentos de Inbound Marketing para criar tráfego à tua empresa online.

Como podes verificar, um profissional web tem muitas tarefas. Portanto, não é de admirar que seja um dos empregos mais bem pagos hoje em dia. Assim, quando estás a trabalhar num projeto da web, é essencial contratar uma agência que atenda às tuas necessidades.


6 coisas a considerar ao contratares uma agência


Antes de contratares uma agência, há 6 coisas principais que deves de considerar.

Aqui estão as coisas mais comuns a serem consideradas se desejas contratar profissionais que se adequarão a qualquer tipo de projecto - projectos da web de pequeno, médio e grande porte.



Define os teus desafios de negócios


Todos os projectos de desenvolvimento web são únicos. Sem entender os objetivos, a escala e o tamanho do teu projecto, é difícil ter um entendimento adequado de que tipo de agência ou profissional é que precisas para o teu desenvolvimento. Portanto, antes de começar a procurar profissionais, define bem o teu projecto.

  • Projectos da web em grande escala mencionam projectos como redes sociais ou aplicativos de compartilhamento de vídeo que precisam, não apenas de uma colecção de tecnologias refinadas, mas também da incorporação de servidores de hospedagem em nuvem para armazenar todos os dados do usuário.

  • Projectos de médio desenvolvimento compreendem diversos tipos de projectos, incluindo a construção de lojas online, aplicativos da web dinâmicos ou estáticos e outros serviços que exigem a incorporação de serviços de terceiros, como CMS, chatbots, bancos de dados e APIs.

  • Um projecto de desenvolvimento web simples é criar aplicativos web simples e básicos ou atualizar um já existente com 1-2 funcionalidades adicionais. O conteúdo é principalmente estático no site e requer interação mínima do usuário. O site terá texto, um menu simples, alguns CTAs, formulário de contato ou inscrição e alguns gráficos.


Nesta fase, também deves de delinear os teus desafios de negócio explícitos e o motivo pelo qual deseja contratar um agência de marketing online. As empresas devem de procurar um profissional web nas três circunstâncias mencionadas abaixo:


Circunstância 1: Precisas de utilizar a tecnologia que ninguém na tua equipa de desenvolvimento interno tem experiência. A menos que queiras esperar que a tua equipa adquira a expertise, tu podes contratar um programador web que tenha o conhecimento da referida tecnologia de uma empresa terceirizada.

Circunstância 2: Precisas de expandir a tua equipa interna com um especialista adicional para ajudá-lo com um projeto existente. Neste cenário, podes optar por terceirizar um programador por meio de uma agência ou um programador web freelance por um determinado período.

Circunstância 3: Precisas de desenvolver um projeto da web do zero, o que é uma situação comum para start-ups e empresas existentes. O principal objetivo de uma start-up é chegar ao seu nicho o mais cedo possível, portanto, é necessário contratares uma equipa de desenvolvimento terceirizada para economizar tempo e dinheiro. E para as empresas existentes que precisam de mecanizar alguns dos seus procedimentos de negócios, podem selecionar entre uma equipe de desenvolvimento web dedicada ou interna. Definir o cronograma e o orçamento do teu projecto também te irá ajudar mais no processo de contratação. Decida por um modelo de trabalho Depois de verificar o escopo do projecto e a sua complexidade de desenvolvimento, é hora de escolher o modelo de contratação. Um modelo de negócios de equipa dedicada Neste modelo, você contrata uma equipa de desenvolvimento web para o seu projetco em vez de contratar especialistas internos. Este modelo funciona excepcionalmente se precisar de funções complexas para o seu site, ou seja, integração de armazenamento em nuvem, aplicações para tornar o seu site mais dinâmico ou uma loja online. Mas, ao mesmo tempo, precisa de economizar tempo e custos. Contrate uma empresa/agência de marketing online dedicada que use a sua experiência técnica e de gerenciamento para desenvolver todo o aplicativo da web a partir do zero. Assim, basta ir monitorando o projecto com a ajuda dos membros internos que atuam como gerente do projeto. A nossa equipa ou modelo de negócio de equipa estendida Pode contratar temporariamente alguns poucos web designers para a sua equipa para estender os seus recursos já existentes. Desta forma, o seu próprio staff, escritores e designers trabalharão no projeto lado a lado com os profissionais contratados. É a melhor decisão quando já tem alguns especialistas na sua empresa . Com este modelo, você será responsável pelo gerenciamento do progresso, atribuições de tarefas e colaboração com os profissionais contratados.

O modelo baseado em projecto

Este modelo é popular entre empresas bem estabelecidas e start-ups que estão a desenvolver um pequeno projecto de marketing online. Neste modelo, há um cronograma e orçamento pré-definidos. Tu contratas profissionais com base no projecto. Eles trabalham para ti até que o escopo do projeto de desenvolvimento seja concluído. Além disso, a equipa de desenvolvimento é responsável por toda a gestão de projectos e seleção de soluções tecnológicas. Neste modelo de negócios, todas as responsabilidades são do grupo de desenvolvimento.



Devo contratar um freelancer ou uma agência para fazer o meu site?


Uma das maiores decisões que irás tomar como empresário é se deves de contratar um freelancer ou uma agência. E existem grandes diferenças entre os dois.

É um pouco irónico, não é? Quer dizer, o teu objetivo final é provavelmente o mesmo, quer optes por contratar um freelancer ou uma agência de design digital. Apesar disso, no entanto, qualquer uma das escolhas provará ser uma experiência totalmente diferente da outra. E o mais importante, cada um envolverá um processo muito diferente.

Tu podes perguntar-te se deves de escolher uma agência ou um freelancer para o teu projeto, e qual produzirá os melhores resultados.

A verdade é que tu não podes garantir que um superará o outro.

Existem algumas agências digitais incríveis em todo o mundo, mas tu deves de estar ciente de selecionar aquelas da mais alta qualidade.

Claro, existem prós e contras de qualquer maneira, mas é mais do que isso.

Existem três factores distintos nos quais deves de pensar ao considerares se deves contratar um freelancer ou uma agência para desenvolver o teu website.

  1. Capacidade de atender aos requisitos do teu projeto

  2. Qualidade de comunicação

  3. Suporte futuro do projecto

Esses são os principais fundamentos. E dizemos mais – é fundamental que consideres bem estes três fatores antes de qualquer outra coisa em todo o processo. Podes esquecer o custo, a experiência anterior e os toques finais por enquanto. Porque, em última análise, o sucesso do teu projeto depende mais fortemente dos pontos acima. Vamos analisar sobre isto.

Nº 1: Atendendo aos requisitos do teu projecto

Este é um acéfalo. Mas é surpreendentemente comum que os requisitos reais do projecto possam ser frequentemente deixados de lado.

Quando estás concentrando em outros aspectos do projecto, como o custo geral e a velocidade de entrega, é fácil esquecer o quão importante é prestares atenção à capacidade bruta de quem acabas por contratar, e se eles são realmente os mais adequado para o teu projecto.

Não se trata apenas de um portfólio impressionante e de experiências anteriores. É sobre como o teu candidato em potencial é adequado para entregar os resultados que a tua empresa exige. Se eles não tiverem os recursos para atender às tuas necessidades, as coisas ficarão difíceis.

O primeiro passo para superar este problema é determinar se a agência ou freelancer tem um conhecimento sólido de teus requisitos e sabe exatamente como eles pretendem atendê-los.

Eles devem ser capazes de fornecer-te um resumo detalhado do plano que pretendem seguir, detalhando as suas soluções propostas para os requisitos que lhes apresentaste.

Se há alguma coisa que deves de tirar deste artigo do blog, é o seguinte:

O teu desenvolvedor web deve conhecer o teu projeto de dentro para fora, antes de contratá-lo. Cada pequeno detalhe. É vital.

Se eles não têm um entendimento claro de como cada parte do processo vai funcionar, eles não podem fornecer uma estimativa precisa de qualquer outra coisa. A tua cotação, tempo de entrega esperado, cronogramas do projecto e até mesmo a sua capacidade de entrega ficam comprometidos se eles não entendem o projeto na sua totalidade.

É um grande risco para qualquer um de vocês.

Por mais competentes que sejam, a responsabilidade recai sobre ti. Faz todas as perguntas que tiveres que fazer, não importa o quão pequena ou irrelevante te pareça.

Na pior das hipóteses, isso irá mostra ao teu desenvolvedor web como é que estás a investir no projeto, demonstrando o quanto é que te importas; até mesmo sobre pequenos detalhes do processo.

# 2: Qualidade da comunicação

Nada supera a qualidade da comunicação que tens com teu desenvolvedor web. Como estás a construir um relacionamento, ambas as partes devem de ser capazes de manter um bom nível de comunicação. Realmente funciona nos dois sentidos.

Às vezes, é tão simples quanto captar uma boa vibração, mas certifica-te de fazeres as perguntas certas e avaliar as suas respostas.

Uma dica importante é fazer perguntas relacionadas especificamente ao teu negócio, ao projeto e aos teus requisitos.

Isso força o desenvolvedor a pensar sobre as tuas necessidades específicas, o que significa que ele terá que considerar soluções adequadas e fornecer respostas detalhadas, repletas de informações sobre as tuas expectativas, previsões e projecções.

Entre no fundo da questão .

Consegue todos estes tipos de detalhes no início do processo – antes mesmo de contratá-los – ajuda a solidificar o teu entendimento mútuo sobre exatamente o que as tarefas iram envolver e fornece a ambas as partes a oportunidade de resolver qualquer problema de comunicação durante o processo. É realmente um win-win.

Alguns primeiros sinais de alerta:

  • Responder às tuas perguntas de forma muito vaga e não fornecer detalhes suficientes sobre como é que pretendem superar os desafios que tu destacas-te no projeto.

Alguns sinais realmente bons:

  • Atento às tuas perguntas, não ignora nenhuma dúvida difícil que tu possas ter.

  • Demora a pensar e nem sempre tem uma solução imediata para os desafios que o projecto pode apresentar. Isso demostra que um processo de pensamento e um brainstorming estão a ocorrer. Este é um ótimo sinal a ser observado.



# 3: Suporte futuro do projecto. É raro que um website possa ser construído, publicado e arquivado como concluído. Como já explicámos, os sites são como organismos vivos que respiram, e crescem e mudam conforme o teu negócio.

Na verdade, mais de 80% dos consumidores pensam menos numa empresa se o seu site não estiver atualizado, de acordo com um estudo conduzido pela Blue Fountain Media .

Mas não é tão simples quanto mudar o seu conteúdo, postar no blog ou publicar artigos de notícias.

Conforme a tua empresa cresce, os teus clientes inevitavelmente exigem mais do teu site.

Seja na forma de funcionalidade aumentada, páginas adicionais ou otimização contínua que atende a uma demanda crescente, é mais do que provável que precises de enviar atualizações para o site com bastante frequência.

Particularmente se o teu negócio é baseado em e-commerce, o teu catálogo de produtos ficará estagnado se os stocks online não forem actualizados e preenchidos constantemente.

E, a menos que sejas um jovem-assistente técnico de um empresário e também tenhas muito tempo livre, irás precisar de delegar essa responsabilidade a outra pessoa.

Na maioria das vezes, isso é feito de duas maneiras:

  1. Contratação de um administrador de site interno

  2. Um relacionamento contínuo com a agência de sites contratada

Obviamente, existem vantagens e desvantagens em cada método. Pessoalmente, eu sempre recomendo optar pelo último. Após a conclusão inicial do projecto, ninguém conhecerá o teu site e negócio melhor do que a tua agência. Lembramos-te que com uma agência naõ contas só com um profissional a trabalhar no teu projecto, mas sim com um conjunto de profissionais com vários tipos de know-how.

Esta é a melhor maneira de garantir que quem gere o website continuamente saiba o que está a fazer e seja competente o suficiente para garantir que seja feito de maneira adequada.

O teu desenvolvedor da web – seja uma agência de desenvolvimento digital ou um freelancer – está mais familiarizado com a complexa estrutura do site que construiu. Mas se for uma boa agência vai fornecer-te a formação adequada para que possas alterar e trabalhar sozinho no teu website.

Em última análise, um site nunca está “concluído”. Em vez disso, deve de ser visto como uma plataforma de marketing para o teu negócio, e a das mais importantes (pois nunca te esqueças da importância também das redes sociais e do Inboun marketing).

Os consumidores estão a usar a web mais do que nunca para descobrir novos produtos e serviços que atendam às suas necessidades.

De acordo com a Blue Corona, os estudos agora indicam que até 80% das pessoas pesquisam uma empresa online antes de fazer uma compra. Este é particula